Especial Inverno (Talvez parte 2)

em

Oi Pessoal.

Aqui é o Fê escrevendo e quem nos acompanha sabe que isso significa um daqueles post um pouco mais longos, hehehe.

Quando decidimos nos mudar do Brasil pra cá, por questão de afinidade eu e a Lu acabamos nos interessando por aspectos diferentes da mudança (e isso é o bacana de ser casado com alguem que te complementa e não que pensa exatamente como você):  A Lu focou bastante no processo burocrático da imigração e nos aspectos sociais daqui (mercado de trabalho, questões culturais, suporte do governo, etc..) e eu sempre me interesei mais pelas coisas mais banais do dia à dia (tipo.. como será que se molha a grama no inverno?).

Isso acabou resultando no nosso queridíssimo blog, onde temos a Lu postando sobre coisas extremamente importantes e essenciais  e eu escrevendo sobre algumas banalidades do dia a dia, hehehe.

Acho que já escrevi um especial sobre o inverno no passado mas como estou com preguiça de procurar, segue o:

ESPECIAL INVERNO – (Talvez parte 2)

Sempre que conversamos com alguém do Brasil sobre o Canadá, as perguntas são sempre as mesmas… Como é viver no inverno de lá (daqui, no caso…)

Bom… vários posts anteriores já explicaram algumas particularidades daqui mas morando aqui à quase 3 anos, temos mais algumas pra dividir

Primeiramente vocês precisam saber que a AGUA CONGELA.

Tá… todo mundo sabe disso…qual é a novidade?

A novidade são as consequencias disso que a gente só se dá conta quando se depara com elas pela primeira vez…

Vamos à alguns exemplos:

  • Você está dirigindo tranquilamente pelas ruas com o interior do carro bem quentinho. Com isso os vidros ficam quente e aqueles floquinhos ficam caindo e derretendo instantaneamente…. tudo certo até aqui. Aí você estaciona e vai fazer alguma coisa (obviamente o carro todo esfria novamente)  e sabe aquela nevinha que derreteu e molhou a borracha do vidro da porta?  Pois é… você só vai se dar conta que o vidro tá congelado dentro da borracha quando parar num Drive Thru e não conseguir abrir o vidro pra fazer o pedido com toda aquela fila atrás esperando, hehehe. Assim que o interior do carro ficar morninho de novo, o gelo derrete e o vidro desgruda voltando a funcionar, portanto a dica aqui é: Tente não parar num Drive Thru que fique muito perto da sua casa.
  • A gente sempre se lembra da agua congelando, mas se esquece que várias coisas tem água na sua composição. Uma das coisas que aprendi recentemente é que as extensão elétricas perdem totalmente a flexibilidade no frio e ficam duras quase como um arame. O problema é o que aquele revestimento (normalmente branco no Brasil e laranja aqui) tem água na sua composição e todos os fios molinhos e flexiveis no verão ficam tortos, duros e desengonçados no inverno. Como eles não são bobinhos, existem extensões de inverno pra vender (o revestimento é azul, pra diferenciar) que são um pouco mais caros mas que ficam “flexíveis até -40C” segundo o fabricante. Compramos algumas recentemente. Outra curiosidade: Não estranhem se vocês virem várias pessoas decorando a casa pro Natal em Setembro. É bem comum colocar a decoração mais ou  menos nesta época, mas deixar tudo desligado até Dezembro… aí eles ligam tudo durante Dezembro , desligam depois do Natal mas só removem as luzinhas lá por Março… Além da explicação dos fios, o motivo é que ninguém quer subir numa escada com -20C portanto a decoração fica lá o inverno inteiro.
  • Outra coisa que tem água na sua composição é o ar (lembram das aulas do Segundo Grau onde aprendemos que 18% da ar é água, ou umidade como chamamos?). Pois é… Quem mora no centro de Toronto é afetado bastante por isso… as portas dos TTCs de lá (uns bondinhos que fazem o transporte público no centro) são pneumáticas, quer dizer, as portas abrem e fecham por um sistema que funciona à ar e no inverno extremo, a “agua do ar” congela e as portas passam a não abrir ou a não fechar mais…Resultado:  eles precisam tirar os bondinhos de circulação criando um caos para quem depende deles. Recentemente eles começaram a substituir modelos novos que tem as portas hidraulicas (movidas à oleo, e não ar) e isso resolve o problema.

Do que eu lembro pro momento, acho que era isso.

Se tiverem alguma dúvida, mandem pra gente pelos comentários e se for interessante pra todo mundo, eu escrevo à respeito.

Abraços à todos e até a próxima.

Fe

Ah… Não precisa molhar a grama no inverno. Ela “hiberna”, para de crescer e o gelo forma uma casca que acaba protegendo ela do frio extremo. Quando o gelo derrete ela volta feliz e bem verdinha.Só lembrem que a grama daqui é um tipo completamente diferente do tipo daí.

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Romulo disse:

    Olá,

    ótimo post. Legal saber essas coisas do dia-a-dia, bacana mesmo.

    Uma coisa q tenho curiosidade: vcs moram em casa? tem algum tipo de horta? como cuidar dela no inverno?

    abraços,

    1. luefenoca disse:

      Oi Romulo! Nós moramos em casa, mas o máximo que temos para cuidar é a grama, até plantei umas tulipas no outuno e espero que elas florescam na primavera. Abraços

      1. Romulo disse:

        Olá,

        que ótimo! Meu objetivo também é morar em casa, ou pelo menos uma Townhouse, com alguma area cercada ao fundo para poder plantar alguma coisa, acho bem bacana isso.
        Uma vez vi um post q um de vcs trabalhava em Oakville ou Mississauga, não me recordo agora… vcs usam o GO para ir ao trabalho? Daí de Burlington até Toronto downtown, vcs acham q fica muito caro e muito longe?

        abraços,

      2. luefenoca disse:

        Oi Romulo, desculpa a demora para responder. Só agora eu vi que já faz quase 2 meses. 😦
        Cuidamos bem da nossa grama e plantei umas tulipas no outono e espero que elas floresçam agora em maio, mas nada além disso, hehe.
        Eu pegava o GO todo dia de Burlington para downtown Toronto, e o custo gira em torno de 250 dólares, mas dirigir até o centro é inimaginável, ainda mais com estacionamento de graça nas estações do GO.

      3. Romulo disse:

        Olá,

        hum bom saber do estacionamento grátis nas estações… sem duvida, já ouvi dizer muito mal do trânsito em downtown.
        Gostei das casas de Burlington, espero arrumar algum emprego pelas cidades vizinhas.

        abraços,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s